Use o frete grátis para impulsionar seu e-commerce

Quando usado com critério, o frete grátis é um recurso que pode aumentar suas vendas sem prejudicar a rentabilidade do e-commerce. Saiba mais

O valor cobrado de frete é tema de uma discussão intensa dos gestores do e-commerce em todo o mundo. Afinal, esse é um fator que pode impactar diretamente o índice de conversão de sua loja, já que é um aspecto muito importante na decisão de compra dos consumidores. De acordo com levantamento realizado em 2017 pela Conversion, 84% dos consumidores brasileiros comprariam mais online se o frete fosse sempre grátis.

Evidentemente, é impossível oferecer frete grátis ao cliente em 100% das ocasiões. O custo de transporte costuma representar algo em torno de 5% do valor do produto, índice que varia enormemente de acordo com a região do país e o tipo de item comercializado. Considerando que em muitas categorias não existem fornecedores logísticos dedicados ao e-commerce e grande parte das lojas online ainda depende essencialmente dos Correios para a distribuição, em diversas categorias e ocasiões simplesmente não há margem para oferecer frete grátis ao consumidor.

Em algumas categorias, como Moda e Acessórios e Telefonia / Celulares, oferecer frete grátis é a regra: segundo o relatório Webshoppers, da Ebit, mais da metade dos pedidos desses produtos não contou com cobrança da taxa de entrega. Como essa prática prejudica a rentabilidade das operações, nos últimos anos os principais e-commerces do País têm reduzido a oferta de frete grátis, embora ele ainda seja um estímulo importante para as vendas. Entre os 10 maiores players do setor, 35% das transações acontecem sem cobrança da taxa.

Comentários